Nossa História

free bootstrap themes




        
        A Missão Evangélica Caiuá, agência missionária que atua entre os indígenas, foi criada em 28 de agosto de 1928, fruto do sonho de Albert Maxwell, pastor presbiteriano norte-americano que veio ao Brasil para investir na expansão do evangelho. Ao se instalar em solo brasileiro, o Rev. Maxwell dedicou atenção especial aos indígenas da região de Dourados (MS), da etnia Kaiowá. Deparou-se com a difícil situação daquele povo, onde as mulheres e crianças ficavam em casa enquanto os homens trabalhavam na indústria da erva mate o dia inteiro.

        O Rev. Maxwell concluiu que deveria cuidar, não só da dimensão espiritual do índio Kaiowá, como também de seu corpo e mente. Para tanto, o pastor contou com o apoio da Comissão Brasileira de Cooperação das Igrejas Evangélicas, que reuniu representantes da Igreja Presbiteriana do Brasil, da Igreja Presbiteriana Independente e da Igreja Metodista. Assim, em 1928, foi organizada a Missão Evangélica Caiuá, com sede em São Paulo, com sua força de trabalho localizada no Mato Grosso do Sul.

        Os pioneiros do trabalho da Missão Caiuá na região de Dourados foram os seguintes missionários: Rev. Albert Maxwell e sua esposa Mabel Maxwell, da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos, o médico, Dr. Nelson de Araújo, da Igreja Metodista, o agrônomo, Sr. João José da Silva e sua esposa Guilhermina Alves da Silva e o filho, da Igreja Presbiteriana do Brasil, o professor Esthon Marques, da Igreja Presbiteriana Independente. Ao longo desses anos, a Missão Caiuá perdeu alguns colaboradores, como o próprio Rev. Maxwell, vítima de uma doença nos pulmões, mas ganhou adesão de muitos outros voluntários. Juntos, e sob a direção do Rev. Orlando Andrade, criaram uma escola para alfabetização de adultos e educação primária, um ambulatório médico, um orfanato e, sobretudo, diversos pontos de pregação do evangelho.

        Em 1956 foi enviada à missão a Dra. Lorraine Briedgmanm e posteriormente a família Taylor, da Missão Wicliff, para trabalhar na tradução da Bíblia Sagrada para a língua kaiowá. A tradução do Novo testamento foi concluída em 1985.

Mobirise

Em 1º março de 1963, inaugurou-se o "Hospital e maternidade Porta da Esperança", com 38 leitos. E no ano de 1979 Foi inaugurado a "TB" (Unidade de Luta contra a Tuberculose) com 50 leitos.
Construído através de doações das Igrejas da Holanda e da Secretaria do Estado de Mato Grosso do Sul.

         Fundado em 1980, esse departamento tem servido para o preparo e formação teológica dos candidatos indicados e vocacionados para o trabalho missionário junto ao povo nas aldeias da região. Também é um centro de formação e capacitação da liderança indígena para servirem as igrejas locais como professores nas escolas dominicais, líderes de departamentos da igreja bem como a capacitação de pastores, presbíteros e diáconos.




Sua finalidade está demonstrada em seu estatuto


I – Promover a valorização do Indígena, preservando seus valores culturais, bem como sua identidade.
II – Proporcionar educação escolar que ajudará o indígena na convivência com a sociedade envolvente.
III – Priorizar a saúde individual e coletiva do indígena através da assistência médica, ambulatorial e hospitalar, visando melhorar sua qualidade de vida.
IV – Cooperar com as autoridades constituídos que prestam assistência ao indígena, tendo em vista a valorização e participação do povo indígena na sociedade nacional como cidadão, contribuindo para o exercício de sua cidadania.
V – Valorizar as organizações indígenas, visando a maior integração entre estas etnias 

Endereço

Rod. Dourados / Itaporã KM 02 - Caixa Postal 04 - 79804-970 - Dourados-MS

Contato

Telefone: (67) 3421-4197